Ronaldo Cotrim e Bianka Barbosa

Desse jeito não dá
Nossa Terra agoniza
Muita poluição
Muita destruição

Nosso rio Guandu
Tá pedindo socorro
Amazônia a queimar
Onde vamos parar?

E as crianças perguntam:
Quê será do amanhã?
Quê fizeram das matas?
E se há solução?

E a nossa resposta
Tem que ser pra valer 
Porque a natureza
Também sou eu e você

E arregaçando as mangas
Podemos todos plantar
Bem mais que uma esperança
E nossas crianças honrar

Refrão
A hora é essa
Vamos cuidar
Da nossa Terra
Do nosso mar

Essa semente vai germinar
E a Sá Pereira
Vai festejar
Com toda gente
Anunciar
Que a natureza
Pra sempre vai reinar