Rubinho Jacobina e Katia Bronstein

Quando o sol se põe no mar
A lua canta
Pro nosso barco navegar

Livre sem caminho certo
Pelo universo
Nesse balanço devagar

Vai flutuando a nossa frota
Seguindo a rota
Do carnaval

Navegando aventureira
A Sá Pereira quem me dera
Se fosse uma caravela
Com a gente dentro dela

Olha lá quem vem de longe
Por de trás do mar
Vindo alí não sei de onde
Pra me conquistar

Ora deixa que eu aviso
Aos navegantes já
Se viver não é preciso
Nem é bom falar

(Mas vou cantar…) Aviso aos Navegantes