André Weller e Tatiana Grinberg

Olha Zé! Olha Zé! Abre a porta da escola, vem com a gente, vem brincar
Olha Zé! Olha Zé ! Abre a porta da escola, Sá Pereira vai passar

Embarque, nossa viagem a gente mesmo faz
Página dos livros, mares ancestrais
Rumos desconhecidos
Olhar o mundo, voa balão

Viajei, por muitas terras, pelo céu e o mar
Vou me perdendo para me encontrar
Navegar é preciso
Viver a vida, canto o meu refrão

Vou de navio, vou no lombo do cavalo
Num foguete, num estalo, vou correndo, vou a pé ( 2x )
Trazer histórias, pra contar pra todo mundo
Vem de longe, vem de perto perguntar o que que é

Mapas, rosa dos ventos e compassos
Atravessando a avenida
Gira, o futuro é um abraço
E a surpresa dessa vida ainda tem lugar
Salve! Cientistas viajantes, os artistas navegantes
A história vai começar…

Procura, a informação a onda leva e trás
Joga na rede, escreve hoje e faz
Pelo espaço, improviso
Roda pandeiro, bate o coração

Transforma, chega bem junto pra crescer, criar
A vida é grande se você sonhar
Sá Pereira, vem comigo
Pede passagem, faz evolução Navegar é Preciso:<br> A Sá Pereira Pede Passagem!