Ivana Rego Monteiro

Pedra sobre pedra
Um mundo em construção

Casa de caracol leva consigo
Casa de barro João de barro construiu
Sábios peixinhos que navegam pelo mar
E aranha tece seu próprio lar

Simplicidade a natureza nos ensina
Luxo sustentável
organizam na colméia
As abelhas do céu
Lá que fabricam seu mel

Autogestão é sinal de soluçãoo
Com falta dágua eu não lavo a minha mão
Zum zum zum zum
Refloresta minha cidade
Rio sem água, janeiro arde!

No Carnaval da Sá Pereira eu quero estar
Minha escola, minha rua, meu lar
Lalalaiá
Onde é que vou morar, quando o Rio secar?
(bis)

De pedra e cal
ergo minha moradia
De purpurina e serpentina
Faço minha fantasia(bis)

Os bichos sabem morar bem
Entre os humanos, só mora bem quem tem
Nossos valores, invertidos
A melhor vista é da favela, meu amigo!

Oca, palhoça, barraco, castelo e barracão
Pedra sobre pedra
Um mundo em construção

Cidade para todos? Cidade para quem?
Gamboa sim! (Tum Tum Tum) Gamboa ñão? (Tum Tum tum)
Xô gen-tri-fi-ca-ção! Pedra sobre Pedra