Manoela Marinho

O vento sacode as palmeiras
Do Humaitá
O samba sacode as cadeiras
Faz pensar
Que o homem que planta a semente
é o mesmo que inventa o avião
O mundo vem pra dentro da gente
E se expressa na forma da imaginação

É uma riqueza aprender
Tem tanta beleza, tem tanto saber
O verso do poeta
O trabalho do artesão
Os dados da informática
A formiga aí do chão
A fórmula da matemática
O avanço da medicina
O salto da bailarina

Eu quero tum! Tum tum tum
Pra ver meu bloco desfilar
Eu dei um Zoom! Zoom zoom zoom
Vem Sá Pereira, vem cantar! Tanto Saber