Pedro Pedreiro
F7 2015

Felipe, Paulo e Gabriel – F7M

Pedro pedreiro gostava de cantar no chuveiro
E também gostava de sua cidade, o Rio de Janeiro
Ele bebia cinco garrafas de cerveja, era um exagero
Pedro pedreiro gostava do trabalho, no caminho tinha um atalho,
mas não gostava do patrão

Assim pensando queria um aumento, pois o dia era intenso e não podia aguentar
Mas o patrão dizia (não) – 7 vezes – Bis
O patrão não ligava, não escravizava, porém Pedro não aguentava
Ele vivia na pressão
Um belo dia, a TV Pedro assistia, um funeral acontecia, era a morte do chefão
Enquanto o patrão havia falecido, Pedro era promovido para chefe da construção

E Pedro continuava cantando no chuveiro
E não parava de gostar da cidade do Rio de Janeiro
Ainda estava bebendo sua cerveja, mas não era exagero
E para a felicidade dos outros funcionários, aumentou os seus salários
Agora ele é amado
E se lembrou da frase do ex-patrão que só dizia…
Não – 14 vezes

(Em memória de Pedro Pedreiro)

Dóris, Nina e Rafaela – F7M

Pedro pedreiro cansado de esperar o trem
Manhã aparece, cansada de esperar também
Assim sonhando o tempo passa e a gente corre atrás
Correndo, correndo, correndo
Lutando pelo aumento desde o ano passado para o mês que vem

Pedro pedreiro cansado de esperar o trem
Manhã aparece, cansada de esperar também
Pedro pedreiro comemora o carnaval
E a sorte grande do bilhete pela federal todo mês
Correndo, correndo, correndo atrás do sol
Correndo atrás do trem, lutando pelo aumento do mês que vem
Comemorando a festa, comemorando a sorte
E a mulher de Pedro, cuidando de um filho para lutar também

Pedro pedreiro cansado de esperar o trem
Manhã aparece cansada de esperar também
Pedro pedreiro está evitando a morte e contando os dias
Para voltar para o Norte

Pedro não sabe, mas talvez no fundo
Ele tem a coisa mais linda do mundo
Correndo, correndo, correndo, correndo
Atrás do sol, correndo atrás do trem, lutando pelo aumento para o mês que vem
Comemorando a festa, comemorando a sorte
Evitando a morte, contando os dias para voltar ao Norte
Pedro pedreiro deixando,
Pedro pedreiro deixando,
Pedro pedreiro deixando a estação do trem…

Ana Beatriz, Bruna e Lola – F7M

Pedro pedreiro penseiro em construir o futuro
Manhã parece, carece de planejar também
Para o bem de quem tem bem de quem não tem vintém
Pedro pedreiro fica assim pensando

Assim pensando o tempo passa e a gente vai ficando para trás
Agir, agir, agir
Agir pelo presente, lutar pelo futuro
Realizar o sonho desde o ano passado para o mês que vem

Pedro pedreiro penseiro em construir o futuro
Manhã perece, carece de planejar também
Para o bem de quem tem bem de quem não tem vintém
Pedro pedreiro manifesta por um bom salário

E tenta a sorte grande do bilhete pela federal todo mês
Ir, ir, ir, ir, ir à lua
Construir o futuro, realizar o sonho para o mês que vem
Conduzir o vento, conduzir o amor
E a mulher de Pedro vai lutar pelo amor
Para lutar também

Pedro pedreiro quer ir ao sol
Ou vai à lua
Pedro não sabe, mas talvez no fundo vai para o lugar mais bonito do mundo

Ir, ir, ir
Ir à lua, ir ao sol
Realizar o sonho para o mês que vem
E a mulher de Pedro vai lutar pelo amor e lutar também

Pedro irá conduzir o vento, o amor
Irá ao sol
Irá à lua
Lutar pelo futuro para não esperar ninguém

Pedro pedreiro irá construir
Pedro pedreiro irá construir
Pedro pedreiro irá construir o futuro

João Pedro, Rodrigo e Mateus – F7M

Pedro pedreiro realizando a construção
Pedro pedreiro lutando contra a agressão
Pedro pedreiro conduzindo a manifestação
Pedro pedreiro construindo a escola pública
Pedro pedreiro contribuindo para a educação
Pedro pedreiro construindo a nação

Dando início à nova geração
Não ganha aumento não
Com seu salário, não dá nem para comprar pão

Mas mesmo assim trabalha com o coração
De qualquer jeito, ele espera por uma revolução
Para finalmente todos viverem como irmãos
Juntos com harmonia para um mundo melhor

E com mais alegria, Pedro pedreiro age com o coração
Pedro pedreiro não aceita provocação
E aí, então, curtiram o nosso textão?

Artur, Gabriel José e Gabriel Teixeira – F7T

Pedro pedreiro esperou tanto
Que esqueceu o sentido de esperar
Esqueceu de pensar o que ele estava esperando
Então teve que inventar outro jeito de ser e viver
Não espera mais o sol
Era noite, era dia
Ele corria atrás
De sua alegria

E se o trem não vinha
Suas pernas, agora gigantes
Levam ele para todo lugar, sem pestanejar
Com elas, corria atrás de seu vintém
Não tinha mais a boca fechada
Aprendeu a discordar

Nada de esperar
Pelos aumentos do mês que vem
Lutava, gritava, esperneava
Sua resistência nunca falhava
E essa foi sua maior sorte

Já sua maior alegria foi ter seu filho
Em seus braços
Todos os dias
Para a sua companhia aqui ou no Norte
Pedro pedreiro mudando
Pedro pedreiro lutando
Pedro pedreiro transformando – é feliz, é alguém

Joana, Alice e Marina Terry – F7T

Pedro pedreiro cansa de esperar
Foi para casa, foi se arrumar
Amanheceu, o céu estava lindo
Foi para o trabalho, foi para reclamar

Assim pensando o tempo passa e a gente vai ficando para trás
Mas agora, mas agora, mas agora
Mas agora não, agora ele vai correr atrás do seu salário
Que também ficou para trás

Pedro pedreiro cansa de esperar
Vai para o trabalho e começa a trabalhar
Escureceu e Pedro ainda trabalhava
Pediu descanso, mas o patrão sempre negava

Discutiu a mil, falou com o patrão
O patrão reagiu, mas viu que Pedro não estava bem
E então, e então, e então
E então agora Pedro é
Um pedreiro muito bom
Pois foi aumentado o salário
E agora Pedro é um pedreiro muito amigável, que tem vintém
E um patrão muito responsável

Agora sim, Pedro pedreiro tem
Uma vida boa, tem comida
E tem uma cama boa

Pedro pedreiro cansa de esperar
E vai atrás para se tornar, se tornar, se tornar
Um pedreiro bom, um pedreiro bom, um pedreiro bom

Clara Atem, Júlia e Clara Vilas Bôas – F7T

Pedro pedreiro penseiro sonhava com o trem
Manhã parece, carece de acordar também
Para o bem de quem tem vintém
Pedro pedreiro acorda ao som do apito do trem

Assim, com seus pés andarilhos,
Pedro tentou alcançar o trem
Pedro pedreiro correu, mas o trem é ligeiro
Não era ideal
Mas Pedro alcançou como o de usual

Pedro sentou-se em uma cadeira vazia
E ficou pensando
Pensou no dia que levou seu filho ao carnaval
Pensou em sua viagem ao Norte
Pensou no aumento
Pensou no sol, na lua
Pensou em tudo que viveu e viu
Pedro pedreiro sorriu

Rafaela e Lia – F7T

Pedro conduzindo o trem
Manhã parece, carece de agir também
Para o bem de quem tem bem de quem não tem vintém
Pedro pedreiro fica assim lutando

Assim lutando o tempo passa e a gente gritando
E planejando, agindo, realizando
Debaixo do sol, construindo
Manifestando aumento desde o ano passado
Até o mês que vem

Agindo, lutando, fazendo tudo mudar
E a mulher de Pedro cuidando de
Um filho para ajudar também